Planilha para controle de gastos

Photo 35141 20110318

Como criar uma planilha financeira para controle de gastos? Veja como é muito simples.

Um dos métodos mais simples para criar e manter um controle financeiro é através do uso de uma planilha. Nesse artigo explicaremos como fazer uma planilha de gastos e como útiliza-la para melhorar sua saúde finaceira.

Antes de começar é importante decidir qual software irá utilizar. Para criar planilhas o mais comum é usar o Microsoft Excel, porém, existem outros softwares, inclusive gratuitos. Uma boa dica é usar a planilha do Google Docs que traz a vantagem de poder ser atualizada de qualquer computador (o Google Docs funciona em ambiente online).

Após escolher o software vamos aos pontos importantes da planilha:

  1. Estrutura básica
  2. Lista de gastos
  3. Classificando os gastos
  4. Entradas de dinheiro
  5. Projetando o orçamento

Planilha de gastos VS Gerenciador Financeiro: Muitas pessoas não possuem tanta facilidade com planilhas, uma boa dica antes de tentar quebrar a cabeça com linhas e colunas é optar por um Gerenciador Financeiro!

1. Estrutura básica

Antes de começar a listar suas despesas é importante criar os campos que vamos usar. Vamos trabalhar com as colunas para os parametros iniciar e as linhas serão as entradas e saídas de dinheiro.

Teremos um campo de débido e outro de crédito, em crédito você irá registrar as entradas de dinheiro como o seu salário, por exemplo. Em débito você registrará os gastos.

As colunas devem ser, em ordem:

  • Data
  • Descrição
  • Tipo de Gasto
  • Forma de Pagamento
  • Crédito
  • Débito

Em um local diferente, podendo ser abaixo ou acima da lista que vamos fazer você deve criar um campo de Saldo. Esse campo somará todos os valores que estiverem na coluna Crédito, todos os valores que estiverem na coluna Débito e por último irá subtrair o total de débito do total de crédito, gerando o valor que você tem disponível.

2. Lista de gastos

Relacionar tudo que você gasta é fundamental para o planejamento financeiro. Em outro artigo explicamos de uma forma bem simples como começar seu controle de gastos em apenas 3 passos.

Vamos à planilha, cadastrar um gasto é muito fácil:

  • Coloque a data do gasto
  • Faça uma breve descrição do que foi aquele gasto: o que comprou e onde comprou.
  • Em tipo de gasto você deve enquadrar aquele gasto em uma categoria, por exemplo: saúde, alimentação, entretenimento.
  • Em foma de pagamento coloque como pagou: dinheiro, cartão de crédito ou débito (especifique o cartão).
  • Lance o valor do gasto no campo débito

Um lançamento em sua planilha deverá ficar assim:

08/08/2012 - Almoço no Restaurante X - Alimentação - Cartão de Crédito - R$25,30

 3. Classificando os gastos

Classificar os gastos é muito importante para termos uma visão geral das áreas para onde está indo o seu dinheiro. Aqui estamos trabalhando com 2 tipos de classificação: categoria dos gastos e forma de pagamento.

Definir as categorias de gastos poderá ajuda-lo a associar as despesas, por exemplo: "Pagamento do convênio médico", "rémedios na farmácia X", "tratamento dental", são gastos que podem ser categorizados como "Saúde". Ao aplicar um filtro no campo "Tipo de gasto" você poderá relacionar todas despesas que teve com Saúde.

Outra forma eficiente de agrupar gastos é através do campo "Forma de Pagamento". Ao especificar o cartão usado você poderá aplicar um filtro na planilha e relacionar apenas os gastos com o cartão X. No fim do mês poderá conferir seus lançamentos com a sua fatura do cartões e ver se os lançamentos batem (está é, inclusive, uma ótima forma de identificar e previnir fraudes com o cartão).

4. Entradas de dinheiro

Listar uma entrada de dinheiro é bem simples e funciona da mesma forma que um gasto:

  • Coloque a data da entrada
  • Descreva a entrada: "adiantamento do salário" por exemplo
  • Em tipo você pode colocar algo para identificar a entrada: "pagamento" por exemplo.
  • Em forma de pagamento, caso queira usar o campo, você pode descrever como foi feito o pagamento: depósito em conta, cheque, dinheiro, etc.
  • Lance o valor da entrada na coluna Crédito

5. Projetando o orçamento

Após preencher os campos em sua planilha financeira é hora de analisar para onde seu dinheiro está indo e fazer planos para o futuro.

Com a planilha você poderá descobrir em quais áreas está gastando muito dinheiro e, à partir daí, tomar decisões que o ajudarão a economizar e alcançar uma melhor estabilidade.

Outra dica importante é não limitar sua critividade. Descrevemos como montar uma planilha simples, mas esse modelo pode ser aprimorado e pode se adequar à sua forma de gererenciar seus gastos. Crie novos campos, novos cálculos, isso o ajudará a olhar de forma diferente para suas economias.

Concientize-se da importância de elaborar seu planejamento financeiro pessoal e envolva sua família nesta tarefa. A partir da organização financeira é possível colocar as contas em dia, pagar dívidas e até trocar o carro ou comprar a sonhada casa própria.

Caso você não se adapte à Planilha de gastos procure outras formas de gereciar seu orçamento, nesse caso, a escolha de um programa que faça isso poderá lhe ajudar. Conheça nosso Planejador Financeiro e descubra como controlar seus gastos pode ser muito simples do que você imagina!

Compartilhe:

Artigos relacionados

  1. Comportamento e hábitos ideais para enriquecer
  2. Antecipação do 13º salário
  3. 13º salário para viajar nas férias
  4. Melhor forma de usar o 13º salário